sábado, 23 de julho de 2011

A magia dos temperos

O blog está de cara nova e essa imagem foi escolhida porque é o tempero que dá graça à vida!
Para realçar o sabor de suas receitas, como foi o caso do arroz aromatizado que a Evelyn indicou a dias atrás, exercite seu lado criativo e faça verdadeiras alquimias com temperos, especiarias e ervas aromáticas.
Um simples trivial pode se transformar num prato exótico e um jantar pode deixar saudades, se você acrescentar uma especiaria, dando seu toque pessoal. Através dos temperos, você pode personalizar suas receitas e deixar todo mundo com água na boca. Só não esqueça de colocar tempero aos poucos para que eles não roubem o sabor dos alimentos.
E se você está sem saber por onde começar, vamos pelos temperos que estão no background do blog. Vez ou outra um tempero diferente acaba aparecendo nas nossas receitas e aí a gente aproveita prá falar um pouquinho dele.
Antes, dicas preciosas:
A maioria das especiarias é encontrada em forma de pó. Quando utilizadas em forma de grão devem ser retiradas da preparação antes de servir. Já as ervas aromáticas podem ser encontradas frescas ou secas, dependendo da época do ano. Se utilizar ervas secas, lembre-se que os sabores e aromas são mais concentrados, deve-se nesse caso não exagerar na quantidade.
Outra dica importantíssima é: quando for cozinhar prá alguém, e como eu faço isso com frequência falo por experiência própria, procure saber se ele tem restrição à algum tempero. Com isso você evita dois dos maiores constrangimentos quando o assunto é comida: ter que comer algo que você não tolera prá agradar seu anfitrião ou sequer tocar no prato que ele preparou com tanto carinho.

A pimenta branca é extraída do mesmo fruto da pimenta do reino. Menos aromática e menos picante, é geralmente utilizada em pratos mais claros como molho branco. A pimenta do reino, originária da Índia, é uma das mais antigas especiarias conhecidas e é hoje fartamente utilizada no preparo dos mais diversos pratos.
A canela originária do Ceilão, é também cultivada na América do Sul e na Índia e pode ser utilizada em pó ou em pau no preparo de molhos, bolos, doces, caldas, pães e bebidas.
O cravo da índia é muito utlizado em doces, chás, assados, molhos e picles. Tem aroma forte e picante e é conhecido na Índia, Egito e China desde 600 a. C. e açafrão, condimento de de origem mediterrânea, é utilizado para dar cor amarelo-ouro a determinados pratos como paellas, molhos e risotos.

Nenhum comentário: