quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Moela de Frango

O blog não foi hackeado nem eu caí e bati a cabeça, por obra do acaso ou porque estou empolgadíssima com o fato de estar dividindo a cozinha com a minha mãe estamos, esta semana, nos dedicando ao preparo de pratos sem nenhum glamour mas que também têm seu valor.
O post de hoje é dedicado à d. Vera, que trabalha comigo. Comida figura no topo da lista dos meus assuntos preferidos e o nosso dia no trabalho sempre começa com, o que você preparou para o jantar ontem. Dia desses ao entrar na conversa, d. Vera disse que tinha feito moela e quando eu ouvi isso minha boca encheu d'água!!!


Moela NÃO figura na lista dos meus pratos favoritos, é o tipo de coisa que você sente vontade de comer, compra, faz e depois fica por anos a fio sem nem lembrar que aquilo existe. Eu estava assim até que d. Vera refrescasse a minha memória...


Sem mais delongas, vamos ao preparo do prato:

Temperamos a moela com cominho, colorau, amaciante de carne em pó, orégano e sal.





Na panela, refogamos alho e cebola num pouco de óleo. Colocamos um tomate picado, a moela, coentro picado e água fervente e eu não sei como pude viver até hoje sem saber disso, acrescentando água morna ao invés de água fria antes de tampar a panela, ela pega pressão mais rápido! Anotem aí essa dica!!!


Depois que pegar pressão marque 40 minutos e desligue.




Coisas que, ainda que você não coma moela, não pode dormir sem saber:




A moela faz parte do sistema digestivo das aves e realiza a digestão mecânica dos alimentos.




Apesar do frango ser considerada uma carne magra com cerca de 5 gramas de gordura para cada 100 gramas de carne, suas vísceras (moela, fígado e coração) bem como a sua pele são partes altamente calóricas e gordurosas. Por essas e outras razões que a gente só come, uma vez na vida, outra na morte rsrsrs






Nenhum comentário: