terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Você tem fome de que?

Não, eu não vou cantar Comida dos Titãs, a dica é de um texto acadêmico que faz um levantamento bibliográfico das correntes de pesquisa sobre história da alimentação no Brasil


Você tem fome de quê?

Alimentação permite entender a dinâmica das relações no Brasil colonial

Carlos Haag


O texto está disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br/?art=4601&bd=1&pg=1&lg= e eu super recomendo!!!

Dicas preciosas

A gente sabe que prá grande parte das pessoas que visitam o blog, tudo o que a gente faz é algo difícil de copiar em casa e eu repito, não é!!!

Nossa intenção é provar que cozinhar não é um bicho de sete cabeças mas prá aqueles que ainda encontram dificuldades em se aventurar dicas como em que momento do refogado entra o alho ou se é certo ou errado colocar um fio de óleo na água prá cozinhar o macarrão podem ser encontradas nessa matéria:
http://comida.ig.com.br/tudo+o+que+voce+queria+saber+mas+tinha+vergonha+de+perguntar/n1596904415911.html

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Museus para saborear???

E prá quem acha que musealizar comida não é possível, eu continuo insistindo que eu bem que merecia trabalhar num museu desses:

http://www.museidelcibo.it/default.asp

http://www.museodellapasta.it/

http://www.frietmuseum.be/

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Sanduíche de Mortadela

E já que ela é o assunto hoje...


Sanduíche de mortadela é algo que está intimamente relacionado com a identidade cultural da cidade de São Paulo. Eles são famosos pela sua fartura de recheio e pelo sabor inigualável. Como boa paulistana e amante de embutidos, recomendo!


Esse é o meu sanduíche preferido de lá: http://www.hoccabar.com.br/index.html




Mas até a minha versão caseira do sanduíche também tem lá sua graça:


Mortadela aquecida na frigideira com queijo mussarela e orégano no pão francês com maionese acompanhada sempre de Coca Cola!!!

Mortadela


De A a Z!




sábado, 25 de fevereiro de 2012

A Formação da Culinária Brasileira

Porque nem só de panelas se faz um bom cozinheiro!


A dica é de um livro que eu ainda não li, ou melhor, não terminei de ler. Conheci Carlos Alberto Dória num ciclo de palestras sobre culinária na Livraria Cultura promovida por Alex Atala.


Foi então que me deparei com um outro olhar sobre a comida, ir para além do olhar ingrediente, técnica e nutrição e pensar em política, economia e identidade. E foi, talvez naquele momento, que despertei para o fato de que eu também poderia falar de comida e sob vários aspectos. Eis me aqui!!!

Mais em menos tempo

Otimização é algo quase que impensável para alguém como eu, exageradamente metódica mas eu tenho lá meus truques, poucos mas tenho! Cozinhar legumes para preparar salada de maionese é um deles.


Salada de maionese é uma coisa que via de regra eu como em casa. Só como fora se eu conhecer quem preparou porque se tem uma coisa que é tiro e queda prá provocar intoxicação alimentar, desarranjo intestinal e etc é ela. Basta misturar os legumes quentes com a maionese em temperatura ambiente ou gelada e em seguida mandar a mistura prá geladeira, #jaera...


Outra coisa que prá mim é imperdoável numa salada de maionese é comer e sentir os legumes desmanchando. Se eles estão moles demais, ao misturar tudo ela fica com uma aparência esquisita, o gosto dos legumes se misturam... não é legal!


Por essas e por tantas outras que quando eu quero comer maionese, eu mesma faço!


Corto os legumes em cubinhos (minha conta é sempre 1 batata, 1 cenoura média e 1/2 chuchu), pego uma panela que seja suficiente para cozinhar tudo, coloco água, sal e levo ao fogo só com a cenoura, que é a que leva mais tempo pra cozinhar.


Assim que a água ferve eu acrescento a batata e o chuchu. Quando esses dois últimos estão cozidos (testo sempre com um garfo), eu escorro os legumes, coloco o escorredor embaixo da torneira e dou um banho de água fria para interromper o cozimento.


E depois de cozidos, quem foi que disse que eles só podem virar maionese?
Depois de frios, divido os legumes em 2 partes, uma delas vira salada de maionese e a outra refogo na manteiga com um pouco de salsinha.

Macarrão ao molho de linguiça





Embutidos... levante a mão aquele que consegue viver sem eles! Eu, definitivamente, não integro esse grupo. Minha gastrite hoje me impede de comer embutidos na quantidade que eu gostaria mas quando é impossível resistir, cá estão eles à mesa.


A receita de hoje poderia ter dois nomes: 'como comer algo saboroso mesmo estando com a mais absurda preguiça de cozinhar' ou '1001 possibilidades de se preparar linguiça'


Vamos ao que interessa:


Cozinhe uma porção de penne em água com sal e um fio de óleo. Já li muito sobre como cozinhar macarrão e acredito que eles devem estar certo em tudo o que dizem mas eu continuo preparando como minha mãe me ensinou... até hoje deu certo então continuemos assim!

A graça da receita, o molho!


Peguei dois gomos de linguiça toscana e tirei a pele. Numa panela coloquei uma colher de café de óleo (é, precisa ser pouco óleo porque a linguiça liberará gordura depois) e refoguei ligeiramente 1/2 cebola picada e 1 dente de alho. Acrescentei a carne da linguiça, refoguei em fogo baixo até que ela aparentasse estar cozida.


Depois, coloquei molho de tomate, salsinha, orégano, acertei a acidez (
http://cozinhaecultura.blogspot.com/2011/07/cachorro-quente-com-pure.html) esperei ferver e pronto!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

"Aló, Comidista: "¿Por qué ansío la comida basura?"

Hoje a dica é dupla.


Todo mundo sabe que, minha rotina é muuuuito louca.

Não dá pra encaixar mais nada, sob o risco de ter que abrir mão de comer e/ou tomar banho, porque dormir é uma coisa que já quase não faço.
Mas, no “mundo” de hoje, é imprescindível que se tenha domínio de ao menos uma língua estrangeira.

Ai é que está o problema: Quando, como?  

1. Aprendi o castelhano sozinha (Agora brinco com o francês), com a ajuda de livros didáticos e a internet (as letras da Shakira me ajudaram muito – confesso). Mas outra coisa que ajuda muito é aproveitar o tempinho do almoço, ou entre uma atualização e outra do facebook, para ler as notícias no idioma que se pretende aprender.

Faço isso todos os dias, é excelente para adquirir vocabulário e se familiarizar com a construção das orações, além claro, de estar sempre informada.

Acompanho o canal na internet do EL PAÍS (www.elpais.com), é um periódico espanhol, mas que trata do mundo todo.
E o que tudo isso tem a ver com o blog????

2. Hoje descobri algo interessante. O EL PAÍS tem uma coluna de blogs e nela eu encontrei este ALÓ, COMIDISTA (http://blogs.elpais.com/el-comidista/2012/02/alo-comidista.html), que é um canal no qual se pode tirar dúvidas acerca de questões culinárias/ gastronômicas, sejam elas quais forem. Rola de tudo, de curiosidade sobre certos pratos ou ingredientes à soluções amorosas, claro que, envolvendo comida... É genial! E o melhor, agora dá pra praticar a leitura em castelhano aprendendo mais sobre alimentação (e dar muitas risadas, porque sai cada uma ali).  

Vale  passar por lá pra dar uma olhada e, se não rolar com o castelhano, pede ajuda para os tradutores online ;)
FicaDica!

A cara da Vilma essa pergunta! kkkkkkkkk


Muito bom.... kkk



quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Cupcakes : Uma Profissão !

Gente, comecei a aceitar encomendas de cupcakes , quem quiser entre em contato : (14) 9622-49494 ou (14) 3491-6121 !!! Obrigado !

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Sempre Brigadeiro

Brigadeiro tá na moda e ganhou status de doce fino. Somando a isso o fato de que hoje você come brigadeiro de quase qualquer coisa mais do que um bom negócio ele acabou se tornando um ótimo presente!

Hoje, pela segunda vez fui à Sempre Brigadeiro, uma loja de brigadeiros gourmets que fica em Assis, interior do estado de São Paulo. A joja fica no centro da cidade, fachada tímida com uma pequena placa mas invariavelmente você não chega lá pelo endereço e sim pelo cheiro do brigadeiro que já dá prá sentir da rua!!!

A loja pequena e delicadamente organizada, com um amplo balcão com todos os brigadeiros disponíveis no dia expostos além de vitrinas e prateleiras com embalagens prá todos os bolsos e ocasiões.

Endereço: rua Capitão Francisco R. Garcia, 303 Centro Assis/SP. Fone: (18) 9755-1731


Para os assisenses ou ex-assisenses como é o meu caso, fica na rua do Ravenna, na mesma calçada, apenas uma quadra prá frente (descendo sentido Cândido Mota)

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Macarrão ao pizzailo


Para recuperar as energias do carnaval, essa é mais fácil do que macarrão com salsichas.

Macarrão cozido ao dente (usei o macarrão tipo ninho), regado com azeito. Acomodado num refratário, coberto com bastante molho de tomate ao sugo. Coberto com queijo (usei mussarela e parmesão), orégano, azeitonas e rodelas de tomate. Levado ao forno até dourar o queijo e pronto.


Bom demais. Fica a dica! 

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Novidades

A boa do carnaval por aqui é:




MAMÃE PILOTANDO O MEU FOGÃO!!! Não é sempre que ela vem me visitar mas eu insisti bastante e ela acabou vindo passar o carnaval comigo. A intenção dela até era 'descansar a beleza' mas eu tive que atrapalhar um pouquinho os planos porque, quem é que resiste ao tempero de comida feita pela mão da mãe!?!


Já a Vivi, que vive censurando as minhas gordisses, me presenteou com esse bolo; um bolo de ameixa que entrou, sem muita dificuldade, prá lista das mais absurdas faltas de respeito que a culinária foi capaz de criar. prá conferir esse e os outros bolos do cardápio: http://www.casadebolos.com.br/index.php

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Artista que é artista se mostra na adversidade


Porque se tem um apuro que eu não passo, é fome!

Sabe aquele dia em que tudo dá errado? Pois é, o meu começou ontem e pelo jeito ainda não terminou. Ontem à noite, a lâmpada do banheiro explodiu... vidro dentro do globo e a rosca da lâmpada presa no bocal. Depois que um amigo me convenceu que minha integridade física estava resguardada, desliguei os disjuntores da casa, tirei o bocal e instalei uma nova lâmpada! Aêêêê, problema resolvido? Claro que não, fui acender a lâmpada da cozinha e o que aconteceu? Ela queimou!!!

E antes que alguém diga, que mal há numa lâmpada queimada?

1. eu não tinha outra lâmpada prá trocar;

2. mesmo que tivesse uma lâmpada, eu não tenho escada;

3. está chovendo e pedir uma pizza, por exemplo, não ia ser uma tarefa das mais fáceis

Aí amigo, não me restou outra alternativa que não fosse, cozinhar no escuro!


Somadas e multiplicadas todas as adversidades o resultado não foi nada mal!!!



100 receitas!!!



Depois dos 10.000 acessos em menos de 01 ano chegamos, com a receita da quiche da Evelyn que está no background, à incrível marca de 100 receitas!!! PARABÉNS SÓCIOS!!! É a prova de que estamos trabalhando duro pela sessão que alimenta o blog, o blog e a gente também diga-se de passagem rsrsrs É cozinhando que a gente descobre as caracrísticas de cada ingrediente, aprimora nossas técnicas, descobre novas utilidades pra velhos utensílios, reúne amigos, revisita histórias, aprende e se delicia!!!

Era um vez um bife

E o que virou, eu não sei dizer que nome tem!



Tudo começou com um bife na geladeira, temperado no dia anterior e que eu não queria comer frito como tinha comido o outro... vasculhei a geladeira, botei na pia o que tinha disponível e vamos ver no que deu...


Comecei fritando o bacon. Quando ele liberou a gordura, coloquei uma cebola cortada em tiras. Acrescentei o bife cortado em iscas e temperado com alho, cominho, pimenta do reino, salsa e óregano. Refoguei em fogo baixo. Esperei a carne liberar o sumo, acertei o sal, coloquei aproximadamente 1 colher de sopa de catchup e mexi mais um pouquinho.

Fiz um arroz branco e uma salada de maionese. E tá aí outra coisa difícil de se fazer para uma pessoa só, principalmente se essa pessoa não for muito adepta de comer a mesma comida por 2 ou 3 dias!

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Masseter

Na categoria coisas que você não podia dormir sem saber: o masseter, músculo do maxilar que ajuda a movimentar a mandíb:la e é o principal músculo da mastigação, é o músculo mais forte do corpo humano!






Surpresa Desagradável !



Já pensou você pedir um bolo de um jeito e ele chegar totalmente diferente ? Pois é, um homem queria fazer uma surpresa para a sua namorada e quando o bolo chegou ...


O cara leva o pen drive para a confeiteira ver a foto de sua namorada para que ela faça no bolo e ....

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Bolo

Poucas comidas são tão caseiras quanto bolo. E quando eu penso em bolo não tô falando do bolo de aniversário ou do bolo da confeitaria com 2 recheios e 3 coberturas... tô falando do bolinho simples, aquele que invariavelmente vem acompanhado de um bom café e um bate papo interminável à mesa. Todo mundo tem um bolo preferido e mil e uma histórias sobre ele...

E prá quem ainda não tem lá tanta habilidade assim quando o assunto é esse: http://comida.ig.com.br/comidas/bolo-de-nada/n1597613227476.html

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Salada Verão e molho de iogurte!


O verão demorou mas chegou em São Paulo, e veio com a corda toda.
Definitivamente não dá pra comer nada quente, mas como o trabalhador brasileiro precisa de sustância, as saladas substanciosas são a melhor pedida.
Mas vou dizer que o melhor de hoje foi o molho de iogurte.

Vamos lá:


SALADA VERÃO
250 gramas de penne  integral cozidos
Cubinhos de melão, de maça, de tomate e de queijo branco
5 unidades de kani picadinhos
1 cenoura e uma beterraba pequenas raladas
1 dente de alho triturado
1 colher de sopa de maionese
3 colheres de sopa de azeite extra virgem
salsa e sal a gosto
MISTURE TUDO E PRONTO
Substitua as frutas de acordo com o seu gosto. Recomendo experimentar manga, uvas [passas ou frescas], frutas secas, etc...


MOLHO DE IOGURTE
1 copo de iogurte natural
Suco de 1\2 limão
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de café de ervas finas
2 colheres de café de creme de mostarda [o que a gente usa no lanche]
2 colheres de café de molho de soja [shoyu – mas não é imprescindível]  
Salsa [fresca ou desidratada], pimenta do reino branca e sal a gosto.
MISTURE TUDO E PRONTO
Dica: se quiser um molho mais cremoso e menos líquido basta acrescentar uma colher de sopa de leite em pó [eu coloquei no meu].


Fica Bom pra caramba.....

Servi com torradinhas e uma bebida bemmmm gelada....


Quiche de frango com batatas.

Gente,
Pensa na felicidade da pessoa ao receber uma nova fôrma de quiche [o desastrado do meu marido havia quebrado a minha há mesesssss].
Se tem uma coisa na qual eu alucino mais do que em sapato é numa assadeira.
E o pior: é verdade.
 Mas por ora, fui coagida a parar de comprá-las, nada mais justo então que a que foi quebrada fosse reposta... kkk   
Não é nem tão bonita e nem tem a mesma medida que a antiga, o que é ótimo, afinal, me servirá de desculpa para comprar outras até encontrar a perfeita [Mentira!... consumismo está super fora de moda. Não ouçam o que acabo de dizer].
Mas chega de blá blá blá e vamos ao que interessa: A receita de hoje.
Essa quiche é super prática e aposto que você já tem todos os ingredientes em casa...


Vamos precisar para a massa:
2 xícaras de chá de farinha de trigo [um pouco mais, se não der ponto];
1 ovo;
2 colheres de sopa bem cheias de manteiga;
Sal  [se a manteiga for sem, se já tiver sal na manteiga não precisa colocar mais], uma pitada de pimenta do reino e uma de noz moscada [nada disso é fundamental, podem ser descartados ou substituídos pelo tempero que quiser, que pode ser uma colher de sopa de queijo ralado ou ervas finas...]
- Misture todos os ingredientes até que forme uma massa flexível e que não gruda na mão. Faça uma bola e deixe na geladeira por cerca de meia hora coberta com papel toalha ou um pano de prato.

Para o recheio:
1 peito de frango cozido desfiado ou cortado em cubinhos bem pequenos
1 lata de milho
2 xícaras de chá de batata cozida e amassada
1 colher de sopa de manteiga
1 caixinha de creme de leite
Sal a gosto
100 gramas de queijo mussarela [ou prato ou o que preferir].

- Prepare o frango como de sua preferência (eu fritei em 2 colheres de sopa de azeite um dente de alho, um punhado de cebola, juntei o frango picado em cubinhos, adicionei uma pitada de curry, acertei o sal e só-  Se preferir desfiado, cozinhe o peito na panela de pressão por cerca de 10 minutos. Lave em água corrente e desfie, depois passe pela panela com o azeite e os demais ingredientes]. Depois junte o milho. Reserve.
- Prepare o purê com as batatas, a colher de manteiga e o creme de leite, acerte no sal e reserve.
A montagem:
-Numa assadeira redonda qualquer (de cerca de 25 cm de diâmetro) – pode ser a de fundo removível, refratária, não precisa ser igual a essa – abra a massa de forma a preencher o fundo e toda a lateral. Eu não uso o rolo, vou pegando a massa em pedaços e vou ajeitando com os dedos na assadeira até que ela fique toda preenchida. Neste caso, acho mais fácil.


- Sobre a massa despeje o frango, sobre o frango acomode o purê e finalize cobrindo tudo com o queijo.


Asse em forno baixo por cerca de 15 - 20 minutos, ou até dourar o queijo.


Basta uma saladinha e/ou um arroz branco para acompanhar.  

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Pizzaiolo Diferente !

Já pensou você em uma pizzaria, alegre e feliz, quando de repente ... O pizzaiolo sai do seu local de trabalho e começa a cantar ? Vocês devem estar perguntando ... Como assim ? Eu tenho a prova :


                           Não falei que era verdade ? Alem de ser surpreendente deve ser divertido né ?

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Açougue de luxo !




Fachada do Açougue !
Vitrine como se fosse de uma boutique, piso de mármore, tijolos do himalaia, iluminação personalizada, teto rebaixado e nada de uniformes e chão com manchas de sangue. Assim é o  açougue Victor Churchill, localizado em Sydney, na Australia. Fundado em 1876, o açougue ganhou caracteristicas modernas ao passar para a propriedade do escritório de design Dreamtime. Enquanto aguardam ou escolhem os seus cortes preferidos, os clientes são embalados por uma trilha sonora especialmente elaborada pelo regente da Orquestra Sinfônica de Sydney. Quer mais ou esta bom ?




Enfim, acho que a Vilma vai delirar quando ver este açougue !!!

Escultura na Comida !

Eu ja falei aqui neste blog que eu não tenho nada contra os japoneses e olha só essas esculturas ... PURO LUXO ! e PURA PACIÊNCIA !

Café da manhã na manteiga , nessa escultura tem 450 quilos de manteiga.
A Torre de Pisa feita em chocolate branco #morri.
Motocicleta de Lagosta !

GREVE !!!



PRECISO FALAR ALGUMA COISA , HEIN ? ESTOU JUNTO COM VOCÊ EVELYN , SÓ FALTA VOCÊ KATH !!!

Comida de festa

Porque a gente não está neste mundo à passeio né? No último sábado rolou festa de formatura da minha irmã. Depois de longos 05 anos ela já se formou. Graças ao charme, elegância e competência está trabalhando naquilo que escolheu fazer e quando ficar rica e famosa esse blog deixará de ser brinquedo para virar um restaurante de verdade. Que os anjos digam amém!!!


Mas como eu não tava lá só prá festar, vamos ao trabalho:

E prá que acha que festa phina não tem salgadinho frito... As bolinhas de queijo, as coxinhas e os kibes estavam lá! Das coisas requintadas disponíveis no momento pré jantar eu destaco essa pasta de ricota que tinha castanhas trituradas e era regada por uma calda de tangerina. Tinha umas outras coisas lá mas que eu não dei conta de comer, muito menos de fotografar, era muita opção minha gente...


O salgadinho do canto superior direito da foto era: profiterolis! Pegue uma carolina, aquela que a gente recheia com doce de leite e cobre com chocolate e recheie com queijo. Fica luxo! Ah, e esse pastelzinho aí com gerlegim preto, grata surpresa, era recheado com carne seca! Tô num momento tão de volta para o aconchego rsrsrs


Faltou a foto do jantar mas ele também não tinha nada de excepcional, um arroz com tomate, carne cortada em iscas com molho madeira e duas massas, uma recheada e a outra não servidas com um molho vermelho. Tudo muito simples mas muito bem preparado, comida que a gente faz em casa!


E eis que chegamos no negócio que realmente interessa porque não é novidade prá ninguém que eu piro num doce. Tinha brownie, um creme de abacaxi com pêssego (que nem saiu na foto), que na prática era um pudim de baunilha com abacaxi e pêssego em calda picado. Esse bolinho da direita prá mim foi o melhor da noite. eles chamaram de bolo indiano, não sei bem dizer o que tinha, frutas, especiarias e etc mas era muuuuiiito bom.


Já o pavê... é, eu não tô ficando louca, tinha pavê na festa phina mas justiça seja feita, ele tava ótimo! O resto do meu eleitorado achou ele muito doce mas eu gostei.


Toda a atenção, do mundo para uma revelação bombástica:

Meu nome é Vilma, eu tenho 30 anos e pavê prá mim é com bolacha maisena! Pavê com bolacha champagne não rola! E com essa revelação eu me jogo sem paraquedas no limbo da pobreza hahahaha


Agora vamos à parte legal da festa, o álcool. Tinha uma barman prá cada um naquele lugar... povo bonito, simpático, arrumado, coisa de Deus sensual!

Eu já disse que saquê é disparado minha bebida alcóolica preferida. Junte açúcar, gelo e uma frutinha, fechou, bebo sem fazer careta!



A descoberta da vez foi, saquê com tangerina! O negócio fica DE DEUS!!!