segunda-feira, 9 de abril de 2012

Falar de comida...

Está na moda entre a intelectualidade falar sobre alimentação.

E, para nooooossa alegria, a SciELO Books divide muita coisa com a gente.

Hoje recebi um link que me encaminhou direto para Comida: prazeres, gozos e transgressões da Angelina de Aragão Bulcão Soares Nascimento.

Ainda não li tudo, mas estou bastante curiosa e prometo voltar para comentar.

Para dar uma idéia:

"No âmbito da cultura material, a alimentação destaca-se como o aspecto mais importante das estruturas da vida cotidiana.
O ato de cozinhar transformou a natureza que só nos dá alimentos crus. A passagem do cru para o cozido foi considerada por Lévi-Strauss como equivalente à passagem do homem da natureza à cultura5. A partir de então, sob o domínio da linguagem, o comportamento de se alimentar extrapolou o âmbito da necessidade e da nutrição". (p. 29)
Por ora, fica a dica.

Synopsis

Neste livro a autora enfoca vários aspectos que se entrelaçam, para que o objetivo de ampliar a questão da alimentação para além da nutrição, seja alcançado. Este é um livro que, pela originalidade de seu enforque, pelo cuidado na pesquisa dentro de uma área que, afinal, atinge a todos, não pode deixar de despertar grande interesse. E de ensinar a ver aspectos da realidade em que as pessoas estão imersas e, por isso, cegas para eles. É uma leitura proveitosa, enriquecedora, erudita e, em grande parte - o que parece cada vez mais raro - despretensiosamente divertida.

Cada indivíduo passa, em média, quinze anos da sua vida comendo, e senta-se à mesa umas cem mil vezes.

Nenhum comentário: