sábado, 12 de outubro de 2013

Cereja não, chuchu!

Sabe aquela sensação horrível que a gente tem quando morde algo achando que é uma coisa e só quando o negocio se desintegra na sua boca você descobre que é outra??? Que atire a primeira pedra quem nunca passou por isso com a maçã na salada de maionese que você se acha que é batata ou champignon no strogonoff de frango que dada a quantidade de molho e por ser igualmente branquinho você bota no prato mesmo sem gostar...
Inclua nessa lista cereja feita de chuchu! Ai gente, é de muita decepção que estamos falando... quebra o clima sabe? Agora que sou uma gastrochata, eu reconheço cereja de mentira só de olhar, nestes casos aceito qualquer pedaço de bolo. Do contrário: o meu é com cereja!!!
 Meu aniversário de 01 ano e esta cereja aí, é de verdade!!!
Por fora cereja, por dentro chuchu
Há quem diga: “as aparências enganam” ou “não julgue um livro pela capa”. Mas as preferências existem. Se, ao entrar numa festa de aniversário, o simpático aniversariante trouxer um pedaço de bolo com chuchus sobre a cobertura, qual seria a reação do convida
do? Entre as muitas possibilidades, a mais provável é aquela em que o indivíduo se recusaria a comer o doce e duvidaria da procedência da festa. Já as típicas cerejas suculentas e avermelhadas provavelmente levariam numa reação positiva. Contudo, vale ressaltar um detalhe: existem “cerejas” feitas de chuchu – geralmente são aquelas utilizadas por confeitarias. Resultado: o bolo continua com os chuchus e o convidado com seus preconceitos. Os sabores também enganam.
Seja por questões econômicas ou práticas, muitos estabelecimentos transformam os insípidos frutos em adocicadas frutas. O processo não é tão complicado e tem, entre as muitas vantagens, o fato de “burlar” a sazonalidade das colheitas. Basta ter um chuchu para se obter cerejas. Aos que estão dispostos a romper paradigmas gastronômicos, tomem nota:
Receita: 
  •  Cozinhe o chuchu até ficar al dente.
  • Em seguida retire bolinhas do legume com um instrumento chamado “boleador”.
  • Jogue as bolas em água com cal virgem culinária, que deixa a comida firme por fora e macia por dentro.
  • Desligue ao ferver e espere 3 horas.
  • Despeje as bolinhas em calda quente de groselha. Deixe no fogo brando.
  • Quando descerem, apague o fogo e retire-as da calda.
  • Jogue um copo de açúcar na calda e ferva-a. Despeje as bolinhas e apague o fogo.
  • Quando a calda esfriar, acrescente licor marasquino

http://catracalivre.com.br/geral/gastronomia/indicacao/por-fora-cereja-por-dentro-chuchu/

Nenhum comentário: