terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

E enquanto eu não viro chef...

Posso ser food hunter, olha que legal!?!

Experiências gastronômicas são item obrigatório em qualquer viagem que eu faça por mais curta que ela seja. Isso porque poucas coisas nos causam tanta felicidade e permitem conhecer tão bem um povo do que comer a sua comida! Sem muitas referências de onde ir quando chegamos a um lugar novo, ou até do que comer na cidade que você mora, food hunters estão aí prá nos ajudar nessa tarefa!

http://www.destemperados.com.br/


domingo, 9 de fevereiro de 2014

Mitos e verdades quando o assunto é truques da cozinha

Se estes ainda não estão na sua listinha, inclua!!!

http://www1.folha.uol.com.br/comida/2014/01/1404048-descubra-o-que-e-mito-e-verdade-entre-20-conhecidos-truques-da-cozinha.shtml

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Feirinha Gastronômica


Nós havíamos combinado que escreveríamos o post a 04 mãos então o Lucas está mais do que convidado, neste ou em outro post, a escrever suas impressões sobre nossa primeira aventura gastronômica fora da minha cozinha em Tupã!





Eu estava doida prá ir até a Feirinha Gastronômica. Fiquei por um bom tempo, semana após semana salivando a cada divulgação de cardápio. Fora que achei a idéia genial e era a uma ótima oportunidade prá conhecer gente nova que tá ganhando a vida com comida e de um jeito muito bacana! 

http://feirinhagastronomica.com.br/

Aproveitei que o Lucas estava em São Paulo e o convidei prá ir até lá e a experiência não podia ter sido melhor. Chegamos cedo apenas porque eu queria ter tempo suficiente prá passear antes de comer. Acabamos descobrindo que é a melhor coisa a se fazer. A feira abre meio dia e lá pelas duas e meia, três da tarde fica quase impossível circular. Eles até tentam controlar a quantidade de pessoas que entram e saem do espaço (cerca de 300 por vez mas tendo entrado pela primeira vez, ocasião em que você recebe um carimbo na mão, você tem acesso livre ao local). Enquanto isso as pessoas que ainda não tiveram acesso ao local formam uma pequena fila, algo tão habitual para nós paulistanos que nem chega a ser problema.

As porções são generosas, o preço máximo é R$20,00, o público é basicamente formado por gente jovem, bonita e descolada e 'os feirantes' são super atenciosos.

Como estávamos lá para almoçar e fazer lição de casa estabeleci a regra de que não comeríamos lá nada que pudéssemos facilmente encontrar em outro lugar, razão pela qual passamos batido pela tapioca, pelos churros, pelos brigadeiros, pelo hambúrguer e pelo cachorro-quente. 

Provamos o waffle, a batata brava e nos rendemos a um sanduíche: carne de porco macia, misturada com pedacinhos crocantes de torresmo e um molho de salsa com especiarias. e o lanche é PER-FEI-TO apesar de eu não ter dado conta de comê-lo inteiro. Fui obrigada a deixar um pedacinho prá trás porque do contrário não conseguiria comer mais nada e reduzir o passeio a um único prato seria desperdício.



https://www.facebook.com/laveraporchetta?fref=ts


Para a sobremesa escolhi os macarrons. Passamos por uma outra barraquinha com sobremesas de dar água na boca mas elas eram tão bonitas que eu me recusei a destruí-las com uma mordida ou uma garfada. 



Como estava muito quente (nada comparado ao calor das duas últimas semanas, coisa nunca vista por aqui) e já tinha tomado Coca Cola, decidi provar um dos coquetéis sem álcool! De largada achei ele meio doce, mas a medida que o gelo vai derretendo os sabores do xarope e das frutas vão harmonizando!!!

https://www.facebook.com/DelCocktail?fref=ts

Mas vamos à cereja do bolo: 

https://www.facebook.com/caramapple?fref=ts

Gente, o negócio não é de Deus. A combinação de maça verde, caramelo, chocolate belga e bolacha Oreo triturada resultam num doce incrível. Comi a maçã inteira logo que cheguei em casa e na semana seguinte aproveitei que minha mãe iria dar uma passadinha pela região e tratei de encomendar outra! Moral da história: viciei!!!

Essa e outras delícias você encontra na Praça Benedito Calixto das 12:00 às 19:00 e a entrada é gratuita.


quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Vai viajar para outro país? Veja comidas e itens que não podem vir na mala

Se você, assim como eu, adoraria colocar todos os novos e inigualáveis sabores na mala, é bom ficar atento. Nem tudo, ainda que a gente descubra a melhor forma da fazê-lo, pode ser transportado.

http://economia.uol.com.br/agronegocio/noticias/redacao/2014/01/14/vai-viajar-para-outro-pais-veja-comidas-e-itens-que-nao-podem-vir-na-mala.htm

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Uma volta ao mundo pelas mesas de café da manhã

Minha primeira experiência de café da manhã no exterior foi 'desastrosamente engraçada' e já até rendeu assunto aqui http://cozinhaecultura.blogspot.com.br/2011/09/buenos-aires-argentina.html.

Caso vocês não queriam botar na mala histórias do gênero, melhor se familiarizar com o que se come pelo mundo afora!!!

http://catracalivre.com.br/geral/gastronomia/indicacao/volta-ao-mundo-pelas-mesas-de-cafe-da-manha/